As aventuras do Xarutin
  Quente

- EVANGÉLICA TEEN FUDENDO

Escrito por Dr. Pirocudo às 00h11
[] [envie esta mensagem]


 
  Faculdade do capeta!

É... não fudi ninguém na sexta, mas em compensação a faculdade anda me fudendo desde então! Tenho prova na quinta e depois volto a postar, galera!!! Mal aê!

Um abraço aos meus fiéis leitores!



Escrito por xarutim às 15h57
[] [envie esta mensagem]


 
  Mais uma sexta

Mais uma sexta-feira chega, mais uma vez sairei e encherei a cara atrás de ninfetas dispostas a trocar saliva. Hoje irei para um lugar onde ser top é ser comum e nojenta é raridade... hoje vou atrás das nojentas para ser diferente! Óbvio que beberei pelo menos uns 3,5 l de cerveja para encarar, mas antes de chegar a esse ponto vou passando o rodo nas gatinhas... amanhã escrevo ( se tiver condições ) sobre o resultado de hoje a noite!

Um bom fim de semana pra vcs!



Escrito por xarutim às 12h40
[] [envie esta mensagem]


 
  Pensando nEla

Como tenho certeza de que Ela desconhece meu blog, escreverei sobre ela nessa manhã de segunda-feira...

1,64 m de altura, loirinha de cabelos lisos "luzesziados", olhos castanhos de um olhar meigo principalmente quando seus olhinhos fecham um pouco durante o seu sorriso.... ahhhh, e que sorriso! O grande carro forte de sua beleza! A mocinha que venho a descrever foi a pessoa que tornou o meu verão passado um dos melhores da minha vida: linda, estilo peruazinha, sempre com no mínimo 4 pulseiras em seu ante-braço direito, adorava zuar meu cabelinho "de dar inveja a qualquer mulher"... sim, fomos um casal... passeios, viagens, beijos, amassos, pegação, tudo isso chegamos a fazer juntos! Conhecemo-nos num dia e nesse mesmo dia ficamos... e depois, nos 2 meses seguintes, juntos! Uma pena que Ela teria que se mudar e foi o fator decisivo para termos que romper... e foi o que aconteceu! Já faz 8 meses que terminamos, tendo eu visto ela 3 vezes depois disso em visitas casuais dela à cidade onde moro e sigo guardando um enorme carinho por ela! Tinhamos cortado relações por um certo tempo depois que terminamos e recentemente voltamos a nos falar pelo bom e velho MSN! Ela continua a mesma simpatia que me cativou e fez com que em menos de um mês eu estivesse apaixonado... bom, ela mora à uns 600 km... lutar para esquecê-la? Seria uma opção, mas descarto-a porque não mexo mais no meu coração... correr atrás e foda-se, arriscar-me num namoro à distância? Complicado à princípio, mas não deixa de ser uma possibilidade... seguir fazendo minhas orgias com ninfetas que adoram ser enganadas e pensando nEla frequentemente em todas as minhas noites pré-sono? É o que farei e o que eu estou fazendo! O verão vai chegando rapidamente e tenho certeza que Ela virá para as bandas de cá para passar Suas férias... aí, sim, conversarei verdadeiramente com ela sobre tudo e tudo... depois disso, saberei se devo mandá-la tomar no cú ou então se devo agarrar-lhe, abraçar-lhe, lançar milhões de biejos intermináveis e não soltá-la mais por instante nenhum! Com toda essa situação, acabei descobrindo que sou uma pessoa paciente e, ao mesmo, um ser que sabe aproveitar a vida e se reerguer nos momentos mais difíceis... superar a Sua perda quando teve que partir foi algo que tenho orgulho em dizer que consegui! ! Mulheres, mulheres... correr atrás? Só se merecer como essa esta... o resto, por mim e para mim, que vão todas tomar no cú... literalmente!

Uma boa terça feira pra vcs!



Escrito por xarutim às 12h23
[] [envie esta mensagem]


 
  Foi de graça, mas...

Sexta-feira a noite, sem nada pra fazer... conversas no MSN com as ninfetas não estão a render muita coisa, meus amigos cheios de viadagem para sair para um simples barzinho para tomar uma gelada... estava quase entregando os pontos quando surge minha irmã com um VIP para uma boate que, outrora, fostes uma boate deveras badalada! Para mim, qualquer coisa de graça é bem vindo... até cocô eu como de graça... ops, vou melhorar... até injeção na testa! Arrumei-me em poucos minutos e, pelo fato da grana estar curta, comprei uma vodka tosca e uma fanta laranja para fazer aquele Hi-Fi maroto e me embebedar de forma mais rápida e barata! E fui a tal boate... chegando lá, ainda do lado de fora,aquela má impressão: pouca gente e a pouca gente que tinha era feia. Estava com mais 2 amigos meus  para os quais também tinha conseguido entrada free para eles e ficamos naquela de entra-não entra... bom, de graça, acabamos por entrar, mas e que arrpendimento! Lá dentro, aquele mesmo esquema: pouca gente, só gente feia, bebida cara... nem tentar convencer as ninfetas "tops" da noite a trocar saliva comigo eu tinha ânimo. Ficava a rodar e a rodar como um peru (peru, e não piru!) pelo recinto na expectativa de que de repente as pessoas fossem ficar bonitas ou que a boate iria encher... óh, triste ilusão! Fiquei um tempinho lá e depois retirei-me para minha casa! Aprendi que nem tudo de graça a gente deve aceitar... até com sexo de graça a gente pode acabar se fudendo (apesar de fuder)... e outra coisa: para essa boate, nunca mais. Acho que sou mais visitar uma boate GLS atrás de lésbicas dispostas a um 3 em 1 comigo ( eu sou o 1 da situação, né?!) do que voltar a tal lugar... bom, vou lá votar!

Um bom início de semana para vocês, e pelamordeus, a única opção lúcida de voto nesse referendo do capeta é o NÃO! FUI!



Escrito por xarutim às 11h12
[] [envie esta mensagem]


 
  Numa quinta-feira solitária...

Quinta-feira à noite, a procura de algo pra fazer... mulher: só se for Aquela; amigos: só se for pra fofocar... ops, fofocar não... colocar em dia os acontecimentos da semana; alguma balada: só se for bem de leve porque sexta-feira ainda não é fim de semana. Quinta-feira é aquele dia que sempre vai viver às sombras da sexta... nunca será o dia dO acontecimento, mas sempre será aquele dia bom pra dixavar, pra dar aquela apelada, pra fazer aquela loucura, pra cometer algum ato de insanidade. E foi o que eu acabei por fazer... dirige-me a sala aqui de casa e pensei: fazer uma festa do apê nos moldes da festa do apê do Latino? Não, hoje não! Convidar minha vizinha gostosa que está de namorado novo a 1 semana pra meter chifre (e nela!!!) no merdão logo de cara? Deixa pra outro dia! Fui-me então atrás de um whisky no barzinho aqui da sala e, a procurar, só me deparo com garrafas vazias e vazias... será que foi o Xarutin bebeu isso e não lembra? Pior que não... foi mesmo o Sr. Xarutão, meu caro e queridíssimo pai o autor desta nobre façanha... tá explicado porque tenho como costumeiro o ato de encher a cara desvairadamente! E eu, já quando quase desistindo de beber em minha solidão, acabo por achar uma garrafa de Black Label escondida no último armário, bem lá no cantinho, quase a dividir seu habitat com insetos pegajosos do submundo... bom, só sei que foi minha salvação! Fui na cozinha arrumar alguns cubos de gelo, enchi o primeiro copo de whisky e comecei a beber ao som de The Doors... comecei a viajar, refletir, filosofar, qualquer uma dessas putarias que usa-se a massa cinzenta como fonte primária de energia... peguei um caderno velho e uma caneta e comecei a escrever... fiquei nessa de beber e rabiscar durante algumas horas, vez ou outra soltei alguns gritos alucinados pela varanda zoando casais que entravam de chevete junior, mobilite ou mesmo à pé no motel barato vizinho ao meu prédio, soquei as paredes daqui de casa lembrando das idiotices que já cometi e das filadaputagens que as mulheres já cometeram comigo e... bodei! Nem lembro como cheguei na minha cama, mas o fato é que cheguei lá... bodei! Acordei na sexta com a boca com aquele gosto peculiar de ressaca, as mãos doendo de tanto dar soco, com uma porrada de sentimentalismo meigo, doce e sincero à letras garranjdas no meu "caderno de poesias" antigo e, com quase toda certeza do mundo, com os vizinhos putos comigo... bom, eles que vão tomar no cú... hehehe!!! A sexta feira chegou!!! Minha quinta foi insana, diferente, egocêntrica, mas porque não, divertida? Solidão, às vezes, faz bem... e como essa me fez... estou com a mente renovada (embora com meu fígado estragado) para mais essa dia... e seja bem vindo, fim de semana!!!

Um abraço aos leitores desse blog... FUI!



Escrito por xarutim às 00h07
[] [envie esta mensagem]


 
  Manuscrtito antigo...

Achei nos meus manuscritos aqui... até legalzinho...tinha escrito pra alguém que até então eu considerava ser especial... sim, é uma porra de post sentimental... e tratem de ler !!! hehehe

Muitas vezes a gente acredita num sorriso e acabamos por colher uma lágrima. Não acredito/confio em mais ninguém! Ninguém presta! O amor não passa de uma paixão exarcebada, a beleza de um privilégio fugaz e a vida de um pesadelo cruel. Já acreditei na beleza, num sorriso, num sentimento... pra quê? Para aprender depois de algum tempo que não vale a pena acreditar. Até comigo mesmo estou decepcionado! Achava que eu era diferente, que eu prestava... mais um imprestável nesse mundo... e eu? Em depressão? Talvez... Com muita raiva? ... Sei que esse sonho me reserva algumas surpresas nos próximos dias. Sim, é premonição! Mas serão boas ou ruins? É viver pra ver!!!

Em breve, mais postzinhos do lado não sentimental do Xarutin... aguardem!!



Escrito por xarutim às 22h48
[] [envie esta mensagem]


 
  Carente numa segunda-feira...

Segunda-feira despretenciosa, lá pras 19:00, coçando o saco em casa e eis que chega um torpedo anônimo pra mim: "Você é um amor"! Putz... odeio torpedos anônimos, mas confesso que esse aguçou minha curiosidade! Nos últimos tempos, sempre que tenho conhecido, pegado ou traçado alguma mulher, não tenho mais deixado o número do meu celular. Isso quer dizer que a vadia me conhece do tempo em que eu enchia o cú de chachaça e dava (ui!) meu celular para todo mundo. Mandei um torpedo de resposta para tal número: "Uau... que legal... mas quem é?"... alguns minutos depois recebo outro torpedo: "Sua mensagem foi entregue com sucesso"... peguei vocês, suas bestas... hehehe! Mas depois de mais algum tempo, chega mais um torpedo da cachorra: "Alguém cujo nome saberia responder, mas que nunca iria atender." Mandou bem com as palavras a tal atrevida e eu agora, já morto de curiosidade, respondi: "Então tá... se algum dia quiser se revelar, já sabe meu celular... FUI!". Com o tempo, aprendi a prender as mulheres e com esse torpedo, eu simplesmente a obrigava a me responder. Depois de ter dado essa resposta, fui dar uma volta na praia e deixei o celular em casa na certeza de quando voltaria, ela teria se revelado. Meia hora depois, chego em casa depois de desfilar sem camisa no calçadão para a mulherada feia e carente que mora aqui perto de casa e fui pegar o meu celular pra conferir: 5 ligações perdidas e mais um torpedo... e no torpedo: "Xarutin, to zuando... é que estou com saudades de você e a gente não se vê nunca... Um beijão da sua ninfeta que te adora... Babi". Babi é uma loira gostosa de olhos verdes, ex-virgem, que peguei no interior há um tempo e que se apaixonou por mim... em 3 ou em 4 meses, ela tenta dar sinais de vida na tentativa de me convencer a se apaixonar por ela ou algo do gênero... coitada! A única coisa que ela consegue é tomar uma vara quando estou na seca. Nessa segunda feira, depois de um fim de semana frenético, preferi mesmo ficar no bom e velho sexo manual do que ter que gastar a gasolina do meu carro para ter que diminuir a libido de uma pobre coitada apaixonada... nem respondi a ligação! Qualquer dia desses ligo para ela para dar aquela iludida já que as patadas que dei nela não adiantaram... e quem sabe na sexta eu não quebro um galho no pastel de cabelo dela!

Um abraço aos leitores do meu blog... ah, quero dizer que os posts demoram de sair porque a faculdade acaba comigo, mas sempre vou fazer o máximo de esforço possível para atualizar para vocês!!! Fui !



Escrito por xarutim às 12h14
[] [envie esta mensagem]


 
  Solteiro vs Agarrado

O grande mito conhecido pelo nome de Xarutin também leva fora de baranga, também desliza em alguns momentos quando amarrado, também se apaixona loucamente, também escreve cartas românticas anônimas para cachorras, ninfetas, santinhas capazes de tocar meu coração. O fato é que a vida cachorra cachorra atrás de mulheres carentes é ótima, mas ao mesmo tempo vazia. Sair numa sexta feira à noite com os amigos, sem hora para chegar, sem limites para beber, sem limites de mulheres a arrebatar é divertido, mas cansa. O fato é aprender a lidar tanto com a solteirisse devassa como também com um "bambolê-de-besta" no seu quarto dedo direito da sua mão direita... cara, o que que eu tô falando aqui? Bom, simplesmente estou tentando dizer que namorar também tem suas vantagens! Passar o sábado inteiro na casa da patroa vendo um filme de comédia romântica e comendo aquele brigadeiro amargo que só ela faz pode ter o mesmo prazer, o mesmo sentido que traçar uma gostosa num banheiro de uma boate numa sexta a noite quinze minutos depois de a conhecer. Aprender a balancear ambos estados, seja ele de solteirisse ou de amarrado é o que há!!! Portanto, dê migué na namorada quando tiver amarrado e deixe seu coração aberto quando estiver na piranhagem!

Galera, não sei se tem gente que lê esse blog apesar do número de visitas... de vez em quando, deixe um comentário na humildade, mesmo que seja pra criticar... um abraço (aos leitores) desse blog... boa semana pra vocês!!!



Escrito por xarutim às 22h04
[] [envie esta mensagem]


 
  Interiorana safadinha

Esse fim de semana, estive viajando para uma cidade do interiorzão de Minas, viagem de família para visitar a vovó e andar à cavalo... nada de me envolver com ninfetas ou cowgirls dessa vez, mas sempre quando viajo para tal cidade, lembro-me de uma história com uma interioriana que peguei lá mesmo.

Eramminhas férias de meio de ano do ano passado e tinha eu e meu primo ido passar alguns dias com minha avó. Tinhamos acabado de chegar da roça lá pelas 16 horas, deixei-o em casa e fui abastecer o carro para a viagem de volta do dia seguinte. Enquanto o frentista enchia o tanque, passavam duas interiorianas na calçada me encarando, dando aquele mole peculiar das mulheres sedentas por homens à algum tempo. O grande Xarutin, como não é bobo e não é de recusar mulheres, começou a dar corda. Dei aquela piscadinha em direção as safadas para ver a reação delas. Ambas deram uma risadinha e, em seguida, a mais feiazinha comentou algo no ouvido da outra. Depois dessa resposta positiva de ambas, gesticulei que queria falar com elas... e foi o que fiz. Acabei de abastecer o tanque e fui falar com ambas, mas antes hei de descrever tais figuras: a mais "bonitinha" tinha o nome de Mariene (sim, Mariene). Devia ter lá seus 18 anos, com aquela cor de interior característica (aquele moreno de sol), uma bunda "du caralho", peitinhos pequenos, mas arrebitadinhos e um sorriso não muito privilegiado, digamos, um sorriso meio de cavalo. A mais "feiazinha" não me recordo o nome, mas lembro que era um desses nomes meio empregadadísticos. Tinha também aquela cor de interior, mas era feia de dar dó. Nada salvava, aliás, não tinha um nariz ou uma boca ou uma orelha feia, mas o conjunto daquilo tudo era algo que dá para se considerar como medonho. Fiquei jogando o meu charme de "menino-da-capital" para cima da bunduda e percebi que ela correspondeu. Uns 5 minutos depois, a feiazinha foi embora e me deixou a sós com Mariene. Mariene era uma garota-problema porque ela é daquele tipo que não dá pra beijar. Eu tinha que dar um jeito de ir para os finalmentes pulando a fase do beijo, só que para minha surpresa, foi ela mesmo que tomou essa atitude. Assim, depois de papear uns 15 minutos:

- É, Mariene, então a gente se encontra mais tarde pra fazer aquela bagunça ou você não gosta disso?

... é, foi a forma mais sútil que consegui falar para ela: "Quero te comer mais tarde", afinal, tinha 15 minutos que eu conhecia a mulher. E ela:

- Ahhhh, por que mais tarde? Não tá a fim de agora não?

... sim!! Foi a partir desse dia que vi que interior é o que há... festas de interior é o que há!!! Óbvio que não exitei diante das palavras de Mariene e logo tomei uma atitude. Passei numa farmácia para comprar meu kit anti-bastardos e levei ela no carro para uma ruazinha do lado do cemitério, no começo da cidade! Ao som de cigarras rockeiras, fizemos aquela putaria debaixo de uma árvore rolando sobre a grama, dividindo espaço com formigas e outros insetinhos impertinentes! Confesso que não foi lá essas coisas, mas depois de terminar o serviço e deixar a vagaba em casa, confesso que ri muito! Hoje, no auge dos meus 21 anos, acho que já não sou capaz mais de uma coisa dessas... ou será que ainda sou? Hehehe... Nada melhor que uma mulher Valeu, foi bom, adeus! para passar o tempo.



Escrito por xarutim às 07h01
[] [envie esta mensagem]


 
  Viados - ninguém merece!!!

Segunda feira de manhã, férias, solzinho morno... ambiente ideal para ir à praia! Como moro de frente pro mar, tranquilo... só colocar um sungão, descer de elevador e atravessar a rua... pronto, praia aê. Ultimamente, o clima da cidade onde moro andava bem chuvoso nos últimos dias, ainda não havia ido na praia nessas férias, coisa que fiz hoje! Tranquilo, chego na praia, solzinho light, bem de leve mesmo até que me surge um viado, bicha, bambi, cada um chama como quiser... não, não era desses tipos de viados espalhafatosos... pra ser sincero, só descobri mesmo quando o cara veio falar comigo:

- Solzinho gostoso né?!

Era só o que me faltava... depois dessa apresentação dele, o cara não aprava de me encher e de me secar. Normalmente, sempre vou de bermudão pra praia, mas dessa vez, pra ver se dava uma queimadinha nas minhas perninhas finas (resquício do tempo em que eu era magrelo de dar dó, já que o resto corpinho já tá uma beleza, e que beleza...), fui com meu sungão verde cana... pra que? O viado não parava de olhar para mim  e nem por meu sungão verde cana e a admirar tal conteúdo... fiquei puto da vida e vim pra casa! Só vou mesmo agora em praia elitizada, onde as pessoas não te encham e nem fiquem de secando a 50 centimetros de você... e se você que tá lendo é viado, pelamordedeus, vai atrás de outros viados, por favor!!! Depois dizem que sou preconceituoso: apesar de respeitar tudo e todos, confesso que tenho realmente um pouquinho de pre-conceito, mas também, quer dar o bumbum, vai pruma boate GLS e não pra praia encher o saco de pegadores de ninfetas querendo pegar um simples bronze!!!

Um abraço por trás... das ninfetas!!!



Escrito por xarutim às 11h24
[] [envie esta mensagem]


 
  Balada alternativa - parte 2

Aê, e como o lugar era longe... andávamos e andávamos naquele Ka de Chupa-cabra e o lugar nada de aparecer... eis que finalmente chegávamos!!! O lugar era uma rua depois do fim do mundo... pior que pensei!!! Na porta do lugar, cheio de negão, com algumas poucas cabeças loiras oxigenadas de algumas mulheres mais "sensuais" e de alguns homens mais "vaidosos"... até que tinha muita gente no lugar e algumas raridades femininas com uma certea beleza!!! Pronto, e fomos para a bilheteria do lugar...

- Quanto que é a entrada? - perguntei eu.

- Três reais...

... três reais era a entrada do fatídico lugar. Tudo que eu não consegui descrever desse cenário tenebroso vocês podem terminar de concluir com o preço da entrada do lugar.

Compramos então as nossas entradas e nos aventuramos pelo Metralha 721... ah, e descobri o porquê do Metralha 721 ser o nome do lugar: até a pouco tempo, aquilolá era uma prisão básica, onde só a elite morava lá: estrupadores, "serial killers", só galerinha gente boa, mas tranquilo desde de que esses indivíduos não estejam aqui presentes hoje. Entramos no lugar e por incrível que pareça, o ambiente era muito legal, diferente, lembrava um pouco (bem pouquinho) uma rave... "Vou me embebedar e não enconstar em ninguém aqui" pensei eu. Tinha medo de arrumar confusão porque com certeza metade da galera que estava ali devia estar armada.... pior eu ainda, todo playboyzinho do jeito que eu tava! Comecei a beber (pelo menos a Skol lá era barata!!!) até que chega Chupa-Cabra pra mim...

- Xarutin, vamo chegar naquelas duas ali pra "abrir" à noite...

Quando olhei para as duas mulheres, não acreditei... cara, nunca vi tão feia na minha vida. O pior foi que tomamos um fora. Elas nem quiseram olhar pra gente! Lembro apenas da baixinha dentuça com sua barriguinha nada sexy à amostra fazendo um não com sua cabeça para mim... ah, ninguém me conhecia lá mesmo. Até que encontro uma branquinha de cabelos castanhos, devia ter lá seus 16 anos, olhos meio puxadinhos... uma gracinha!!! Vestia uma blusinha da HelloKitty  e um jeans básico, porém, muito bem vestida para os padrões do lugar... Fui me aventurar com aquela mocinha de carinha de santa... comecei a conversar com ela, nem conseguindo falar nada com nada direito e eis que de repente estou beijando-a... provavelmente soltei uma de minhas frases feitas características de quando estou bêbado e ela, digamos, "apaixonou". Aê, e que beijo maravilhoso... mas o melhor foi ela começando a passar a mão em mim, em tudo, literalmente em tudo. Chamei-a para ir ao banheiro masculino para me "acompanhar", mas ela não quis não... acho que quis se fazer de difícil, sei lá. Ficamos só numa pegação intensa, namoradinhos no rock, de mãozinha dada e tudo, até que encontro meus amigos... todos já arranjados... e todos tinham levado as respectivas devassas ao banheiro... malditos fdps! Pelo menos a minha era uma graça!

Já era tarde e fomos embora! Chicão e Pedrinho tinham voltado de táxi com suas devassas para suas casas... ou não... e eu e Chupa Cabra ficamos de levar nossas fêmeas aos seus respectivos lares. Saímos do lugar e quando entramos no carro, tanto eu e ele partimos pra cima....não eu pra cima dele, besta, e sim cada um pra cima de suas respectivas "cachorras"... agora sim, tudo resolvido... Chupa Cabra e a sua nojenta no banco da frente e eu com minha "santinha" no banco de trás... monstruosa a mulher, não mosntruosa de gostosona, mas sabia fazer o negócio direitinho, bem até demais para os seus 16-17 anos... exatamente uma dessa que vou querer ter como amante!!! Brincamos uma meia hora ali e depois levamos as mulheres aos seus respectivos lares... foi divertido a nossa aventurazinha, mas nunca mais faço um programa de índio desses não... tá loko!!! Pelo menos achei um disk-sexo pra mim... hehehe!!!



Escrito por xarutim às 15h42
[] [envie esta mensagem]


 
  Balada alternativa - parte 1

Sexta-feira, lá pras 20 horas, começa a tocar meu celular e a chegar torpedos e mais torpedos de amigos, amigas e ninfetas me chamando para aprontar algo nesse início de fim de semana. Nessa última sexta, tinha escolhido ir para um lugar chamado Triângulo , onde a galera jovem mais top da cidade onde moro costuma se reunir. Triângulo não passa de um lugar repleto de bares e restaurantes mais sotisticados, frequentado por muita patricinha e playbozinho, embora também encontremos muitas ninfetas e vagabas querendo se jogar para cima de um marrentinho de topete ou para cima de um ridículo que tenha uma Mercedes conversível ou uma BMW vermelha...

Ligação de Chupa-Cabra para o meu celular:

- Xarutin?

- Fala Chupa-Cabra... tudo beleza? E a hoje, de qual vai ser?

- Rapá, tava te ligando pra falar exatamente isso... vamô pro Triângulo. Vai eu e mais dois bróders meu, mó de bobera mesmo!!!

- Pô, rapaz, lá é meio zero a zero, mas pode ser. tem tempo que eu não vou lá mesmo, mas aqui... você passa aqui mais tarde pra me pegar? É que tô sem carro...

- Tranquilo... lá pras 21:30 to aê, blz?

- Certin, bródi... té mais

... pronto, foi depois dessa ligação de Chupa-Cabra que decidi o rumo de minha sexta-feira.

Logo que desliguei o celular, fui me arrumar. Tomei aquele banhozinho caprichado, deixei meu cabelinho lindo no esquema, escolhi um jeans escuro sofisticado e uma blusa pólo mais "de bacana", um sapato preto discreto e pronto. O Xarutin estava pronto para "desfilar" para as patys do Triângulo (realmente, aquele lugar está muito mais para uma passarela do que para qualquer coisa). E às 21:20, Chupa-cabra passava com seu Ka verde escuro na portaria do meu prédio com mais dois amigos dele que eu conhecia apenas de vista: Pedrinho e Chicão. Cumprimentei a todos, dei uma pedala de praxe em Chupa-cabra e fomos para o Triângulo... aliás, íamos! Chicão e Pedrinho eram amigos, digamos, mais alternativos de meu brother Chupa-Cabra e haviam convencido o cabeça a ir pra um lugar chamado de Metralha 721...

- Quê? Que porra de lugar é esse? - disse eu quando me informaram da mudança de planos...

- Relaxa, Xarutin - responde Chicão -  lá o esquema é de mulher vagaba e facinha. Dá pra rolar um 4 x 4 "di bixu" nesse Ka apertado tranquilamente...

... confesso que fiquei assutado com a descrição e localização que em seguida Pedrinho e Chicão me deram do famigerado lugar: Metralha 721 era um galpãozão situado numas das "cidades-periferia" da cidade onde moro, onde costuma rolar um "tum-ti-tum" vez ou outra. O lugar exato era num bairro de classe baixa, onde, de acordo com a descrição e localização que me deram do lugar, com certeza era frequentado por um público cujo cara mais chique do lugar seria um indivíduo que vestisse algo que, somando camisa+calça+tênis/sapato, não custasse mais que 20 reais!!! Sem preconceitos, só que do jeito que eu estava arrumado ia me sentir mal, deslocado.... aliás, acho que a turma de lá ia ficar ofendida comigo. Estava indo para um buraco na puta-que-pariu onde toda a peça de roupa do cara mais bacana custava o mesmo preço do preço do meu xampú Fortalecedor de Cabelos Loiros e Castanhos. Confesso que senti um certo medo e receio, mas na situação que eu estava, vi que não teria escapatória do Metralha 721. E seguimos para então para o tal famigerado lugar...

(continua...)



Escrito por xarutim às 02h06
[] [envie esta mensagem]


 
  Falta de tempo

Galera, quero pedir desculpas pelas falta de novos posts... esta semana é a última semana do período e até a arte de peidar tem se tornado algo difícil pela falta de tempo. Prometo que sexta-feira terão posts novos...

Obrigado pela compreensão



Escrito por xarutim às 16h16
[] [envie esta mensagem]


 
  Esclarecimentos sobre O Fantático Mundo do Xarutin

Quero esclarecer aos leitores desse blog que as histórias aqui contadas em sua totalidade são verídicas, mas ao mesmo tempo aumentadas para dar características espetaculosas ao grande pirigote das mulheres: o Xarutin. Um outro esclarecimento pertinente a esse blog é de que as histórias aqui contadas não são em sua totalidade vividas pelo autor desse blog, e sim pelo Xarutin.... o Xarutin não passa de uma designação genérica minha ( o autor e escritor desse blog ), além de fatos vividos aos meus grandes amigos pegadores que tenho perdidos por esse mundo!!!

Na última história, ou melhor, "estória" ( a da nutricionista), ela iria terminar de uma forma maluca, com uma ex-namorada da tal Claudinha ( que iria se revelar uma bi ) invadindo a consulta, e o Xarutin, além de apanhar da ex de Claudinha, iria ficar na mão diante das duas mulheres que começariam a se agarrar na sua frente!!! Verdade: óbvio que não... até mesmo se esse blog se chamasse "O fantástico mundo de Xarutin" iria ficar apelativo, quase um "Domingo Legal" da Internet! Bom, o fato é que essa consulta com a nutricionista realmente ocorreu, rolou um clima, peguei o MSN dela, umas 2 semanas depois a chamei pra jantar e a tracei depois disso... mas qual é a graça de uma história assim? Nenhuma!!! O objetivo desse blog é fazer vocês, leitores, viajar. O que se passa aqui não é nada mais, nada menos que "ficção Xarutínica"

Agora... realmente gostei da idéia do "O fantástico mundo do Xarutin"... hehehe!!!

Um bom domingo a todos... ah, mas se vocês, leitores, preferirem realidades nuas e cruas das histórias vividas, as terão aqui como vocês pedirem... é só comentar pedindo!!! E qualquer outra sugestão também é bem vinda!!! É só comentar!



Escrito por xarutim às 12h07
[] [envie esta mensagem]


 
  [ ver mensagens anteriores ]  
 
 
X A R U T O


Compare Produtos, Lojas e Preços
Bem vindos ao blog do Xarutim. Aqui, vocês poderão divertir-se com as mais fantásticas histórias vividas e presenciadas pelo grande Xarutim!!! Aproveitem o blog e espero que gostem... e voltem sempre!!!

HISTÓRICO
 24/09/2006 a 30/09/2006



-->

OUTROS SITES
 FTP Brasil
 TEENART
 Sexo 69
 Clube dos Desocupados
 Amadoras e Caseiras
 Largados em Guarapari
 Los360 Patos
 Olimpíadas Pequim
 Diário das Amadoras
 Portal Download
 Pura Putaria
 Sem calcinha
 Gretinhas
 Putaria Virtual
 Soh Doideira
 Clube do Box
 Mulher e comédia
 Gabirobas
 Festinhas Vip
 Depravadas
 Carne de Primeira


Compare Produtos, Lojas e Preços